Reflexão: Ostra Feliz não faz pérola

“Uma ostra que não foi ferida não produz pérolas.”

A pérola é maior exemplo de resiliência que a natureza nos dá.

Pra quem não sabe a pérola é a resposta da entrada de uma substância estranha ou indesejável no interior da ostra, como um parasita ou um grão de areia e para se defender e proteger seu corpo indefeso a ostra produz diversas camadas em cima do grão de areia de modo que transforma em algo valioso o que foi o causador de sua dor e sofrimento.

Por isso uma ostra que não foi ferida, de modo algum produz pérolas, pois a pérola é uma ferida cicatrizada.

O mesmo pode acontecer conosco. Se você já sentiu ferido pelas palavras rudes de alguém? Por uma injustiça ? Pelo duro golpe do preconceito? Já recebeu o peso da indiferença?

Então, produza sua pérola!

Cubra suas mágoas com várias camadas de AMOR com resiliência e autoconhecimento. A resiliência é a capacidade humana de passar por experiências adversas sucessivas sem prejuízos para seu próprio desenvolvimento, superando e, até mesmo, se fortalecendo diante das adversidades da vida.

O indivíduo resiliente não é aquele que não reage ao que está sendo seu estressor mas aquele consegue adaptar-se de modo a sofrer menos prejuízos. Aprenda a não cultivar ressentimentos, mágoas, deixando as feridas abertas e alimentando-as com vários tipos de sentimentos pequenos e, portanto, não permitindo que cicatrizem e veja você mesmo o valor agregado ao fruto dessa reação.

Deixe uma resposta