Cuidados com a pele no Inverno

 

Nestes dias frios, fique de olho na desidratação da sua pele.

Durante o inverno, a umidade do ar baixa e as temperaturas mais frias levam à diminuição na transpiração corporal e tanto a pele do rosto quanto a do corpo estão sujeita ao ressecamento no inverno. O clima frio e seco pode deixar a pele desidratada, ressecada e sem brilho com aspecto esbranquiçado, o que indica a desnaturação das proteínas.

Se a sua pele é seca ou oleosa, no inverno ambos os problemas costumam piorar, pois o hábito de lavar o rosto durante os recorrentes banhos quentes  provocam uma remoção da oleosidade natural de forma mais intensa, diminuindo o manto lipídico que retém a umidade da pele.  Em peles oleosas – que têm a tendência de produção de sebo exacerbada – as glândulas entenderão que a pele está ressecada demais, já que a água quente removerá toda a oleosidade da pele. Com isso, a produção sebácea aumentará, no chamado efeito rebote. A pele fica desvitalizada, com pontos ressecados e oleosos. Já em peles secas, as glândulas não conseguirão repor o sebo perdido, o que deixará a pele do rosto opaca e desidratada. Por isso o ideal é que a temperatura da água esteja morna para manter a oleosidade natural da sua pele.

Para manter a pele sempre hidratada e macia, além de beber muito líquido, como água, chás e sucos é importante fazer hidratações corporais mais profundas e, além disso, investir em uma alimentação saudável, rica em vitaminas e antioxidantes, o que pode trazer benefícios em longo prazo é preciso continuar usando protetor solar diariamente.

Os cuidados no inverno são diferenciados de acordo com o seu tipo de pele, a limpeza e os produtos exigidos devem obedecer cada necessidade. Para as peles oleosas, o ideal é hidratante ou loções faciais “oil free” (livre do brilho excessivo) ou “oil control” (reduz e controla a oleosidade). Os sabonetes devem ser neutros. Os cremes esfoliantes  também deverão ser evitados.

Já as peles secas sofrem um pouco mais no inverno. Os sabonetes devem ser suaves e os tônicos sem álcool. Um hidratante mais espesso de manhã e um creme nutritivo à noite são fundamentais. Um componente aliado a esse tipo de pele é a vitamina C, que age como uma barreira protetora da pele.

 Algumas dicas para manter a pele hidratada

  • Beber no mínimo dois litros de água por dia.
  • Evitar banhos quentes e muito demorados; evitar se ensaboar demais e usar buchas, que também contribuem para alterar a composição do manto hidrolipídico (hidratante natural produzido pelo organismo) que protege a pele.
  • Usar o hidratante logo após sair do box – ainda no banheiro – com aquele vaporzinho pós-banho, que ajuda na penetração do creme.
  • Para peles oleosas, e acneicas, evitar hidratante comum no rosto, usar oil free nas áreas de maior oleosidade (rosto e tórax).
  • Os lábios também costumam ressecar muito no inverno. É importante usar hidratantes específicos para essa região e, assim, evitar rachaduras.
  • Usar filtro solar diariamente.

 

Deixe uma resposta